Quais são os 100 artigos mais citados nos “top journals” nacionais de Administração?

*Devido a sugestões de alguns leitores, nos próximos dias esta postagem poderá passar por modificações com algumas novas análises/alterações. Novas sugestões são bem-vindas!*

(última alteração às 11:50 – 19/02/2016)

.

.

.

Nesta semana estive navegando pela internet a procura de alguns softwares de análise bibliométrica e acabei descobrindo um programa chamado Publish or Perish (nome bastante sugestivo para suas finalidades). Esse software basicamente compila as informações contidas no Google Acadêmico e realiza algumas análises bem interessantes sobre as revistas, publicações e autores, conforme as possibilidades e ferramentas disponibilizadas.

A postagem de hoje se originou da curiosidade em explorar esse software. O bacana dele é que é possível até mesmo identificar as revistas científicas nacionais e fazer o levantamento de todas as publicações desde suas origens. Para isso, basta apenas inserir o nome da revista entre aspas ou o ISSN. Por exemplo: Numa primeira explorada, verifiquei as informações sobre a Revista de Administração de Empresas (RAE) e na lista apareceram os artigos publicados desde seu primeiro volume, em 1961. Fiquei bastante surpreso com o potencial desse software, mesmo percebendo que ele possuí algumas limitações e erros, fato esse inerente a quaisquer programas que trabalham com grandes quantidades de dados.

Como achei interessante as análises feitas pelo programa, logo resolvi brincar um pouco. Exercitando um problema de pesquisa prático (sem nenhuma pretensão teórica), minha pergunta foi: Quais são os 100 artigos mais citados nos “top journals” nacionais de Administração? Para responder a essa questão, tive que optar por alguns critérios pessoais de recorte. Decidi explorar apenas os 10 artigos mais citados de cada revista nacional de Administração classificadas como “Qualis A2” na área de Administração, Contabilidade e Turismo (obs: por sugestão de um leitor resolvi expandir o levantamento e também realizar a análise de citações “global” dessas revistas). Lembrando que desde a última divulgação dos novos critérios da CAPES ainda nenhum periódico brasileiro conseguiu  atingir o status “A1”. A escolha das 10 revistas foi baseada no levantamento que realizei na publicação anterior do meu blog, onde identifiquei cerca de 220 revistas científicas com ênfase em Administração no Brasil.

No primeiro levantamento, os 100 artigos tiveram um total de 16.903 citações. Isso corresponde a uma média de cerca de 170 citações por artigo (média bem relevante para os padrões nacionais, no entanto muito baixa se comparada às interações encontradas no cenário acadêmico das sociais aplicadas no mundo afora). No quadro abaixo estão as principais revistas analisadas juntamente com o somatório das citações dos 10 artigos publicados de cada uma. A quantidade de citações da revista de Administração de Empresas correspondeu a cerca da metade do total de citações entre as 10 revistas (50,27%), seguido pelas Revista de Administração Pública (13,49%) e Revista de Administração Contemporânea (11,44%) e . Os outros periódicos possuem entre 1.93% a 6,48% na parcela do total de citações.

REvistav2.png

Numa breve análise sobre autoria, identifiquei que os 100 artigos mais citados tiveram a participação de 202 autores (considerando as repetições). Isso representa em média cerca de 2 autores por publicação. A maioria dos pesquisadores da lista publicaram apenas 1 artigos. E uma parcela tiveram entre 2 a 4 publicações. Desse modo, destacam-se os autores Clóvis Luiz Machado-da-Silva e Maria Tereza Fleury com respectivamente 4 e 3 artigos publicados. Outros 13 autores publicaram 2 artigos entre as 100 publicações mais citadas, conforme pode ser visto no quadro abaixo.

Autoresv2

Deixando de enrolação e mantando finalmente a curiosidade do leitor, abaixo disponibilizo a lista dos 100 artigos mais citados nos 10 periódicos brasileiros considerados pela CAPES os mais relevantes de nossa área. Nas tabelas abaixo são descritos os títulos, autores, a quantidade de citações e o ano de publicação do artigo, sendo ordenados pela quantidade de citações entre os periódicos.

Após as tabelas, realizo uma outra análise considerando o ranking “global” de citações entre as 10 revistas.

R1R2

R3-2.png

R4R5R6R7R8R9R10

Nuvem de 100 palavras que mais aparecerem nos títulos dos 100 artigos:

NUVEM0.png

***Como sugerido pelo leitor Gustavo Almeida, no final do Blog disponibilizo a lista dos 100 artigos mais citados (101, pois haviam dois artigos com 100 citações nas últimas posições). Este segundo levantamento leva em consideração o número de total de citações “global” entre os 10 periódicos nacionais. Foi registrado um total de 22.352 citações, o que corresponde a uma média de cerca de 224 citações por artigo. 52,48% das publicações mais citadas estão na Revista de Administração de Empresas, seguido por Revista de Administração Contemporânea com 20,79%, Revista de Administração Pública com 16,83%, Revista de Contabilidade e Finanças 4,95%, RAE Eletrônica 2,97%, Revista Brasileira de Gestão de Negócios 0,99% e Organizações e Sociedade 0,99%. As publicações de outras 3 revistas não apareceram no Ranking pois ficaram em posições abaixo da 100ª.

REVISTAS2

Novamente na análise sobre autoria, identifiquei que os 100 artigos mais citados tiveram a participação de 157 autores (considerando as repetições). Isso corresponde em média a cerca de 1,5 autores por publicação. Como anteriormente, a maioria dos pesquisadores da lista publicaram apenas 1 artigos. E uma parcela tiveram entre 2 e 4 publicações. Nesta nova lista destacam-se os autores Lois Jacques Filion (4 publicações), Miguel Pinto Caldas (4 publicações), Eugene Enriquez (3 publicações), Maria Thereza Fleury (3 publicações) e Thomaz Wood Jr.  (3 publicações)  . Outros 13 autores publicaram 2 artigos entre as 100 publicações mais citadas, conforme pode ser visto no quadro abaixo.

AUTORES2.png

Lembrando sempre ao leitor, que talvez possa existir algum erro inerente ao software ou até mesmo por desatenção minha. Peço que caso percebam algo errado – seja na ordem, revistas ou número de citações, ou também encontrem na internet algum título com mais citações, peço que avisem nos comentários, pois o objetivo com a lista é prezar por um quadro verdadeiro a respeito de algumas de nossas publicações nacionais.

(Para visualizar melhor é necessário aumentar o zoom do navegador)

TOP100-2.png

Nuvem de 100 palavras que mais aparecerem nos títulos dos 100 artigos:

NUVEM.png

O software Publish or Perish se mostra uma excelente ferramenta tanto para análises pessoais quanto para possibilidades de pesquisa sobre as produções científicas nacionais e internacionais. Diferente de alguns outros programas de análise bibliométrica, achei esse bastante intuitivo e de fácil utilização, sendo que as informações coletadas podem ser facilmente exportadas para um arquivo .txt (texto) ou .xls (excel), por exemplo.

Publicado por Rodrigo Assunção Rosa

Doutorando em Administração pela FGV/EAESP. É mestre em Administração pela Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Anúncios

14 comentários em “Quais são os 100 artigos mais citados nos “top journals” nacionais de Administração?

Adicione o seu

    1. Olá Diego! Na realidade o foco do texto é sobre o levantamento dos artigos mais citados. A questão do software foi somente para contextualizar um pouco a “história” de como fiz isso. Na segunda linha do texto há um link em “Publish or Perish” que direciona para o site do software. Ali você encontra todas as informações e o acesso para realizar o download. O software é gratuito. Qualquer dúvida avise! Grande abraço e agradeço as sugestões!

      Curtido por 1 pessoa

  1. Olá, só uma observacao. O autor José Milton de Sousa Filho também tem dois artigos dentre os mais citados, e nao apareceu na lista de autores. Sao os mesmos artigos onde Lilian Soares Outtes Wanderley e Francisca Farache sao autoras (ambos artigos na BAR).

    Curtir

    1. Olá Milton! Realmente houve esse equívoco na hora de tabular os dados dos autores. Corrigi e já adicionei a tabela atualizada no Blog. Caso os leitores encontrem algum outro erro, é só me avisar nos comentários que realizo as alterações necessárias. Desde já agradeço pela auxílio. Grande abraço, Rodrigo A. Rosa

      Curtir

  2. Fiquei com uma dúvida … com o que você quis dizer com “a lista dos 100 artigos mais citados nos 10 periódicos brasileiros considerados pela CAPES os mais relevantes de nossa área”….
    Você apresenta uma tabela com dez artigos para os dez periódicos selecionados, no entanto não são os 100 artigos mais citados nestes periódicos… Por exemplo, o 11 mais citado da RAE não aparece na sua listagem,e provavelmente estaria entre os 100, substituindo por exemplo o décimo colocado na RGBN (assumo que teria mais citações, já que o 10 da RAE tem 250 citações) É isso mesmo ?
    Note que li o trecho “Decidi explorar apenas os 10 artigos mais citados de cada revista nacional de Administração classificadas como “Qualis A2” na área de Administração, Contabilidade e Turismo”, mas a afirmação “100 artigos mais citados nos 10 periódicos brasileiros” está incorreta.

    Abraços,

    Curtir

    1. Verdade Gustavo! Realmente o título não está correspondendo ao que foi feito. Optei por essa escolha (10 dos 10) porque se fosse feito de outro modo contemplaria as publicações de poucas revistas (provavelmente RAE e RAC). Mas você me deu uma ideia para expandir a análise, pois sob o ponto de vista dos autores essa decisão de escolher apenas 10 de cada revista realmente é injusta. Assim que estiver pronta atualizarei o Blog. Leitores…Fiquem de atentos, irei editar essa publicação nos próximos dias! Muito obrigado pela observação Gustavo. Grande abraço! Rodrigo A. Rosa

      Curtir

  3. Olá, parabéns pelo trabalho. Ha algo de interessante a revisar, ou eu nao entendi como foi feito o calculo. Na primeir alista o numero 1 tem 2503 e na segunda 2506 … isto aponta alguns viés. A segunda lista o centésimo tem 96 citacoes, imaginaria este numero como de corte nas listas individuais das revistas. Ou seja mesmo nas revisats “cortadas” artigos com mais de 96 deverim aparecer. Vide por exemplo a lista da RC&F, nove arigos tem mais de 96 citacoes, porque eles noa estariam na lista final ….

    Curtir

  4. Olá José Carlos! Na hora de fazer esse último levantamento acabei me esquecendo de inserir a revista RC&F. Peço perdão pois foi falha minha. Até o final do dia de hoje estarei atualizando novamente a lista. Em relação ao aumento no número de citações, isso ocorreu pois acredito que a base do Google Acadêmico é atualizada diariamente, então como utilizei o software em dias diferentes ocorreu essa variação. De fato isso pode comprometer o levantamento, principalmente com os últimos colocados do Ranking. Mas acho que não é algo tão preocupante pois fiz uma média de citações/ano dos último 20 artigos e o valor foi de “6,75” por ano. Para solucionar esse viés principalmente com os últimos colocados pretendo refazer esse levantamento a cada trimestre ou semestre, informando ao leitor as novas atualizações. Creio que seria a única maneira de reduzir o viés. Muito obrigado pelas excelentes observações! Grande abraço, Rodrigo A. Rosa

    Curtir

  5. Olá Rodrigo,

    Observei que a autora Sandra Rolim Ensslin também deve aparecer na lista de autores, pois também tem 2 artigos na lista, um na RBGN e outro artigo na RAUSP. Até mais.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: